Skip to content

Lançamento do vinil MAM em Paraty: registros

August 14, 2015
Poster de Bonifrate sobre foto de Thalita Aguiar

Poster de Bonifrate sobre foto de Thalita Aguiar

No último dia 3 de julho, Bonifrate lançou o vinil Museu de Arte Moderna e a fita Toca do Cosmos EP em Paraty, cidade onde reside atualmente, com pocket show no novo espaço Madame Duranga Brechó & Café, em programação paralela à FLIP 2015.

Os dois discos foram lançados pela Balaclava Records, e estão à venda pelo site do selo.

O jornalista Alexandre Matias, do Trabalho Sujo, esteve por lá e fez esse registro de parte de “Naufrágios” (Um Futuro Inteiro, 2011) e da faixa-título do novo vinil, “Museu de Arte Moderna”.

Alguns registros fotográficos de Matheus Augusto e Evelyn Ruman seguem abaixo.

 

Voz, Casiotone, Telecaster, as coias boas da vida. Foto: Matheus Augusto

Voz, Casiotone, Telecaster, as coias boas da vida. Foto: Matheus Augusto

Foto: Matheus Augusto

Foto: Matheus Augusto

Foto: Matheus Augusto

Foto: Matheus Augusto

 

tst

Fotos: Evelyn Ruman

Algumas versões + o “Rock da Paçoca” original

May 12, 2015

Algumas versões de rocks gringos que juntei para publicar nesta última semana, duas ao vivo e duas gravações:

#1

#2

Nossas costumeiras e incidentais versões ao vivo de “Home Of The Brave”, do disco de 1997 do Spiritualized, Ladies & Gentlemen We’re Floating In Space, e de “Glory Box”, do Postishead de 1994, Dummy. Ambas foram filmadas em janeiro de 2015, no Neu Club, São Paulo, com Gabriel Ares no teclado, Diogo Valentino no baixo e Mancha Leonel na bateria (estávamos desfalcados do saxofone do Alexander Zhemchuzhnikov).

#3

Versão de “One Hundred Percent”, do Sonic Youth de 1992, produzida pra um tributo convocado pela Quintavant em 2012 que acabou não saindo (ainda).

#4

“Happiness Is A Warm Gun”, do White Album dos Beatles, para piano, baixo, kalimba, pandeirola, tambor e voz, gravada em quatro canais na fita cassete em 2004 ou 2005.

E falando nisso, saiu esses dias o incrível novo disco dos Acessórios Essenciais, com a versão original de “Rock da Paçoca”, canção que eu reli ano passado no EP Toca do Cosmos (à venda aqui em fita cassete). Escute a original que saiu agora, e na sequência o meu cover do ano passado.

May Day! Clipe de “Revoluções” no ar

May 1, 2015

Rev prtscrEstá no ar neste 1° de maio o novo clipe de “Revoluções” – faixa do LP Museu de Arte Moderna – editado a partir de imagens de arquivo colhidas na internet.

O site Popload lançou o vídeo na véspera do feriado do dia das lutas trabalhistas.

Dado que a arte nunca escapa totalmente ao seu entorno político, esta colagem é dedicada a todas as trabalhadoras e trabalhadores que têm ocupado as ruas pela ampliação de seus direitos, e não pela redução dos mesmos.

O site também publicou um pequeno texto meu, que segue logo abaixo do vídeo.

O LP Museu de Arte Moderna está à venda pela Balaclava Records – compre aqui! – e disponível para download gratuito neste site (clique na capa ao lado).

 

Rev prtscr“Revoluções” foi escrita em 2012 para o álbum que veio a se chamar Museu de Arte Moderna. No mesmo ano, antes do disco ser lançado, já estava sendo tocada com a banda – é uma das que melhor funcionam no palco, e tende a ser mais pesada e guitarrada ao vivo.

Os versos são desses que permitem leituras muito diversas. Pode-se estar falando de um flerte que não deu muito certo, ou interpretada como a fala de um intelectual marxista à classe operária (o que é, alegoricamente, bem parecido com um flerte que não deu certo), isso para ficar só no que me ocorre. As pessoas sempre levantam interpretações inusitadas das minhas canções, o que é muito maneiro.

É certo que ela ganhou uma nova perspectiva depois de junho de 2013, principalmente com um refrão que é uma espécie de arenga aos pequenos revolucionários que existem em nós. “Vem, vamos correr os riscos.”

Já era tempo de fazer um clipe para ela, potencial single que é, aproveitando que o LP foi lançado há pouco em vinil pela Balaclava Records. Então montei uma narrativa não muito linear, mas um bocado figurativa, a partir de imagens de arquivo catadas na internet. Priorizei filmagens de levantes populares ou revoluções comunistas do século XX, mas couberam também alguns trechos de filmes mudos obscuros, principalmente soviéticos. Isso e mais um pouco, tudo organizado de modo a trazer uma perspectiva sobre a tremenda confusão político-ideológica em que nos encontramos agora.

 

Entrevista com Bonifrate no site português Altamont + resenha norte-americana de ‘Sapos alquímicos’

April 1, 2015

Altamont entrevistaHá poucas semanas, o site português Altamont publicou uma matéria introdutória sobre Bonifrate. Agora está no ar uma entrevista completa, por Tiago Freire. Conversamos sobre trajetória musical, rock alternativo brasileiro, projetos futuros, Boogarins e muito mais. Leia a entrevista na íntegra!

Também acaba de sair uma resenha do recém relançado Sapos alquímicos na Era Espacial no blog norte-americano Space Rock Mountain, sempre atento aos nossos sons. Leia aqui!

Primeiro EP “Sapos alquímicos na Era Espacial” (2002) de volta com faixas-bônus em download gratuito

March 23, 2015

Sapos alquímicos - capa em alta editNo verão de 2001 para 2002 eu fazia em Paraty as primeiras gravações como Bonifrate, reunidas na fita super lo-fi Sapos alquímicos na Era Espacial (EP?). Muitas das primeiras canções em português que eu escrevi estão aí, o único outro idioma presente está em “Mae’r llyfr ar y bwrdd” – um exercício de composição em galês. O EP foi gravado em 4 canais, direto na fita cassete, num tempo em que eu mal entendia o uso de coisas como delays ou reverbs, e contém versões originais de músicas posteriormente regravadas como “Seqüelagem” (em Toca do Cosmos EP, Bonifrate, 2014) e “Frog Rock” (em Seres verdes ao redor, Supercordas, 2006). Mais ou menos na mesma época, eu e Valentino, futuros Supercordas, fazíamos o único concerto do Vitrola Photossintética, no Armazém Caborê em Paraty, junto com Adriano na bateria e Matheus nas percussões e ruídos (foto abaixo, pra se ter uma ideia de como éramos moleques). Muito do repertório deste show saiu do Sapos alquímicos. Agora a peça está novamente disponível para download, com remasterização caseira e 3 faixas bônus, gravadas em abril de 2002. Essas canções apareceram no single Substâncias cósmicas. A primeira, faixa título do single, deve ser das mais desconhecidas. A segunda, “Unicórnio 2D”, andou circulando por aí depois de entrar na trilha do filme independente Apenas o fim, de Matheus Souza. A terceira, “O álcool é piegas”, foi regravada em 2005 para o disco Os anões da Villa do Magma, lançado pela Open Field Records em 2007. Recomendo pra quem não se importa em ouvir sons toscamente gravados e tocados, e pra quem se interessa pelas raízes de algumas das intuições musicais que desaguaram na música que faço hoje. Escute abaixo, ou clique em “download” e entre “0” para baixar gratuitamente.

Atualização: saiu uma resenha do relançamento no blog norte-americano Space Rock Mountain – leia aqui!

Vitrola Photossintética em 2002, no Armazém Caborê, Paraty. Da esq para a dir, Matheus, Valentino, Adriano e Bonifrate.

Vitrola Photossintética em 2002, no Armazém Caborê, Paraty. Da esq para a dir, Matheus, Valentino, Adriano e Bonifrate.

Gravador de 4 canais de fita cassete Yamaha, Paraty, 2002.

Gravador de 4 canais de fita cassete Yamaha, Paraty, 2002.

“Brisa”: nova faixa no ar!

March 11, 2015

Bonifrate - Brisa (arte)“Brisa” está no ar, uma faixa perdida – sobra, lado b, out-take – do álbum Museu de Arte Moderna. Trata-se da versão completa da peça instrumental que originou as vinhetas “Zéfiro” e “Garbino”, acompanhada de sample da célebre leitura do direito de resposta de Leonel Brizola contra o JN em 1994.
O vinil 12″ Museu de Arte Moderna está à venda pela Balaclava Records (esta faixa é um bônus, não consta na playlist do LP).
Leia a matéria da Noisey/Vice sobre o lançamento.
Escute e assista ao vídeo abaixo.

Vinil à venda pela internet + Matéria no site português Altamont!

March 4, 2015

11034267_10155438451440019_5695263689957328942_nEstá finalmente à venda pela internet o último LP em vinil – Museu de Arte Moderna. A bolacha traz as 14 canções originais do disco, e encarte interno com letras e fotos. Você pode comprar com cartão de crédito, boleto, depósito em conta e débito online pelo PagSeguro, tudo através da loja da Balaclava Records. Custa R$65 mais o frete.
A fita cassete do EP Toca do Cosmos também pode ser adquirida no mesmo esquema por apenas R$15 mais o frete.
COMPRE AQUI!

Altamont recomenda: Bonifrate

O portal português de música Altamont publicou uma ótima matéria sobre Bonifrate, assinada por Tiago Freire, introduzindo nossa psicodelia tropical ao público de além-mar. Leia a matéria completa!

Rolling Stone: “Bonifrate volta no tempo e lança vinil e fita cassete lisérgicos”

November 19, 2014

Bonifrate Divulgação 2014 - foto Thalita Aguiar

Deu na Rolling Stone, por Pedro Antunes:

“Pedro Bonifrate enfim conseguirá dar o acabamento devido aos dois mais recentes trabalhos dele. O EP Toca do Cosmos, lançado em fevereiro de 2014, e o álbum Museu de Arte Moderna, de setembro de 2013, ganharão versões em fita cassete e vinil, respectivamente – e basta apertar o “play” em qualquer faixa destes trabalhos para perceber que, sim, os relançamentos fazem tanto sentido que deveriam até ter vindo antes.”

Leia na íntegra!

Novas de fim de ano: MAM em vinil, Toca do Cosmos em K7, nova masterização digital e show de lançamento no SESC Vila Mariana 26/11

November 17, 2014

2014 vem chegando ao fim com algumas boas novidades no horizonte musical de Bonifrate:

1. O disco Museu de Arte Moderna terá finalmente sua versão física em vinil lançada ainda em novembro!

2. Também o EP Toca do Cosmos terá versão limitada em K7 fabricada pela Satellite Tapes.

Ambos os lançamentos são realizações da Balaclava Records.

3. Uma nova versão digital do LP Museu de Arte Moderna, masterizada por Arthur Joly na Reco-Master, já está disponível para streaming e download no Bandcamp, e para download gratuito direto por aqui (mp3 320k, inclui artes, songbook com letras e cifras e ficha técnica).

Vale a pena substituir a versão antiga por esta, que tem uma sonoridade bem mais legal.

4. Dia 26 de novembro, Bonifrate e banda fazem show de lançamento do bolachão no projeto Quarta-feira Todo Mundo É Independente, no auditório do SESC Villa Mariana em São Paulo. Os ingressos já estão à venda por aqui.

PS.: Off-tópico, mas essa semana também sai single novo dos Supercordas. Curta a página do Facebook da banda pra ficar por dentro.

Bonifrate no SESC Vila Mariana em novembro

October 21, 2014

0395c21c-2fbd-42be-ab5f-63be7e19c9a4Dia 26 de novembro tem concerto de Bonifrate pelo projeto Quarta-Feira Todo Mundo É Independente (J.U.N.T.O.), que acontece no auditório do SESC Vila Mariana em São Paulo. O bardo e sua banda (Alexander Zhemchuzhnikov, Diogo Valentino, Gabriel Ares e Mancha Leonel) apresentam canções do disco Museu de Arte Moderna (a ser lançado em vinil muito em breve) e do EP Toca do Cosmos, lançado no início do ano. A venda de ingressos online começa no dia 11 de novembro, e o ingresso custa R$20 ou R$10 a meia entrada. Mais informações aqui!

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 2,247 other followers

%d bloggers like this: